"Real Madrid? Acho que é mais sobre o que sente o adversário do que o que nós sentimos..."

"Real Madrid? Acho que é mais sobre o que sente o adversário do que o que nós sentimos..."
Redação

Declarações de Dani Carvajal, jogador do Real Madrid que conquistou cinco Ligas dos Campeões como titular do emblema merengue, em entrevista concedida ao jornal "As".

Como se faz para ganhar tantas finais sem falhas? "Acho que é mais sobre o que sente o adversário do que o que nós sentimos. Nós lutamos por todas. Sabemos que, mesmo que estejamos muito mal e não seja o nosso dia, teremos as nossas ocasiões e que, se continuarmos a insistir, vamos encontrar um "prémio". Influencia mais o rival: "tenho o Real Madrid pela frente, o Real Madrid não perde finais, o Real Madrid sabe jogar as finais"... Em Paris, a equipa marcou o golo e jogou um jogo prático. Sabemos o que temos de fazer em cada momento, que eles deixarão espaços e essa é a chave: gerir todos os momentos da partida corretamente para ganhar o troféu."

Real Madrid ganhou La Liga, Liga dos Campeões e Supertaça espanhola. Mesmo assim, o estilo de jogo é colocado em causa... "Sabes o que acontece? Quando uma equipa ganha e as outras não o fazem, pouca gente entende que o rival foi melhor nesse sentido. No futebol, não ganha quem remata mais à baliza nem quem tem mais posse de bola, nem aquele que passa mais tempo no meio-campo adversário, nem quem faz mais vibrar os adeptos. Ganha aquele que marca mais golos e sofre menos. Nisso fomos os melhores, mas não só esta temporada. Que tenhamos ganho cinco Champions nas últimas nove mostra que, se jogas mal e apenas serve ganhar, não ganhas cinco Champions em nove edições. Tens de ter algo mais. Todas as opiniões são respeitáveis, mas eu falo de dentro, de que nós temos provavelmente um dos melhores plantéis do mundo e que a magia, esse crer, essa força, ou como disse Guardiola há pouco tempo, "o Real Madrid está a perder por dois e a bola não queima a ninguém". Nem toda a gente se pode gabar disso."