Real Madrid aceitou pagar mais de 200 milhões por Mbappé, revela o Football Leaks

Real Madrid aceitou pagar mais de 200 milhões por Mbappé, revela o Football Leaks

Documento revelado mostra ainda exigências do jovem francês para assinar contrato

O Real Madrid aceitou pagar, no verão de 2017, um total de 214 milhões de euros para ter Kylian Mbappé, revelou esta quarta-feira o Football Leaks, através do jornal alemão Spiegel.

Depois de duas épocas em grande no Mónaco, o francês chamou à atenção do Real Madrid que negociou com o Mónaco em Las Vegas, tendo havido um acordo para os merengues pagarem 180 milhões de euros e ainda os impostos de 34 milhões de euros, num total de 214 milhões. Havia acordo entre clubes, mas Mbappé roeu a corda.

O avançado tinha o sonho de jogar ao lado de Ronaldo, mas a preocupação de ser relegado para o banco do Real levou-o a optar pelo PSG. O Mónaco foi então forçado a negociar com o rival e exigiu que os parisienses igualassem a proposta de 180 milhões de euros feita pela equipa de Madrid, algo que veio a acontecer.

O Football Leaks revela, no entanto, que nem tudo correu como Mbappé desejava. O jogador fez várias exigências ao PSG que acabaram por não ser aceitas. A começar por um luxo. O jogador queria que o clube lhe disponibilizasse um jato privado, no total de 50 horas por ano, algo que o PSG não acedeu. Ainda assim, aceitou pagar um bónus de cinco milhões de euros de assinatura de contrato e deu-lhe um ordenado líquido de 10 milhões de euros anuais. Além disso tem ainda uma "mesada" de 30 mil euros, para pagar ao staff. A exigência pela Bola de Ouro também não foi aceite. Mbappé queria passar a receber 30 milhões anuais em caso de vencer o troféu durante os cinco anos de contrato. O PSG não aceitou e ofereceu-lhe, em vez disso, um prémio de 500 mil euros em caso de vitória no troféu da France Football.