Premier League e o United-Liverpool: "As ações de uma minoria não têm justificação"

Premier League e o United-Liverpool: "As ações de uma minoria não têm justificação"
Redação

O jogo estava agendado para as 16h30 deste domingo. Nova data será anunciada em breve

O jogo entre o Manchester United e o Liverpool não vai disputar-se este domingo, como previsto, confirmou o emblema da casa. A nova data não é ainda conhecida.

Centenas de adeptos juntaram-se hoje nas imediações do estádio de Old Trafford em protesto com os donos do clube e com a adesão à Superliga Europeia. Alguns deles invadiram mesmo o relvado, horas antes do início do jogo, que estava agendado para as 16h30.

"Após conversas entre a Polícia, a Premier League, o Conselho de Trafford e os clubes, o nosso jogo contra o Liverpool foi adiado devido a condições de segurança em torno do protesto de hoje", disse o Manchester United em comunicado.

Pouco depois, a Premier League reagiu ao adiamento. "As ações de uma minoria não têm qualquer justificação", pode ler-se no início do comunicado que confirma que o acordo surgiu depois de uma reunião entre polícia, clubes, Premier League a autoridades locais.

"Compreendemos e respeitamos a força dos sentimentos, mas condenamos todos os atos de violência, danos criminais e transgressões, especialmente tendo em conta as infrações associadas à situação pandémica", acrescenta a Premier League.

"Os adeptos têm muitos canais para dar a conhecer as suas opiniões, mas as ações. como as verificadas hoje, de uma minoria não têm qualquer justificação", refere ainda o mesmo comunicado