Premier League: Burnley ou Leeds, um deles vai descer na última jornada

Premier League: Burnley ou Leeds, um deles vai descer na última jornada
Redação com Lusa

Everton venceu o Crystal Palace e fez a festa da permanência.

O Everton assegurou a manutenção na Liga inglesa de futebol, após vencer em casa, com reviravolta, o Crystal Palace (3-2), enquanto o Burnley empatou no reduto do Aston Villa (1-1), em jogos em atraso da prova.

Em Goodison Park, o internacional português André Gomes foi titular no Everton, que ao intervalo já perdia por 2-0, face aos tentos do francês Mateta, apontado aos 21 minutos, e do ganês Jordan Ayew, aos 36.

No segundo tempo do jogo em atraso da 33.ª jornada, Gomes ficou no balneário, para dar lugar a Dele Alli, e os "toffees" encurtaram distâncias, por intermédio do defesa Michael Keane (54), abrindo caminho para o brasileiro Richarlison (76) restabelecer a igualdade e Dominic Calvert-Lewin (85) ser o herói da reviravolta, que motivou uma invasão ao relvado por parte dos adeptos locais durante alguns instantes.

No Villa Park, Ashley Barnes colocou o Burnley na frente, na conversão de uma grande penalidade, em cima do minuto 45, mas, no regresso dos balneários, o argentino Emiliano Buendia (57) marcou o tento do empate para o Aston Villa (14.º) no jogo da ronda 18.

Com estes resultados, o Everton passa a somar 39 pontos, no 16.º lugar, contra os 35 de Burnley (17.º) e Leeds (18º), primeira em zona de despromoção, que na última ronda defrontam Newcastle (12.º) e Brentford (11.º), respetivamente.

Em Londres, o Chelsea não conseguiu imperar diante do Leicester, que inaugurou o marcador por James Maddison, logo aos 6 minutos, uma vantagem anulada ainda antes do intervalo, por Marcos Alonso (34).

No lado dos "foxes", o português Ricardo Pereira não foi utilizado pelo técnico Brendan Rodgers.

Com esta igualdade, os 'blues' mantêm o último lugar do pódio, que não está assegurado, com 71 pontos, mais três do que o Tottenham, quarto, enquanto o Leicester é nono, com 49.