Petit recorda passagem pelo Barcelona: "Vivi racismo no balneário"

Petit recorda passagem pelo Barcelona: "Vivi racismo no balneário"

Francês representou os catalães em 2000/01

Jogador do Barcelona em 2000/01, depois de ter feito nove anos no Mónaco e três no Arsenal, o francês Emmanuel Petit, agora com 49 anos, recordou a passagem pelos blaugrana à cadeia monegasca RMC Sports Radio. As memórias não são boas.

"Experienciei o racismo. Vivi-o no balneário do Barcelona. Pode ser impactante, mas acontece de vez em quando. Com alguns jogadores sucedeu com bastante frequência", contou, recordando ainda: "Cheguei num mau momento. Havia uma guerra no balneário entre catalães e holandeses. Além disso, tínhamos Serra Ferrer como treinador e ele não tinha força suficiente ou o carisma necessário para gerir a equipa".

Esta não é a primeira vez que Petit se referiu ao mau-estar naquela temporada no Barça. "Quando cheguei, disseram-me que não aprendesse espanhol, que aprendesse catalão. Eu dizia-lhes que estava em Espanha e eles que estava na Catalunha. Fartei-me. Quando alguém se identifica em excesso com algo, está muito próximo do racismo", defendeu, em 2015.