Pelé com internamento prolongado devido a infeção urinária

Pelé com internamento prolongado devido a infeção urinária
Redação com Lusa

Antigo astro brasileiro está hospitalizado há oito dias para efetuar sessões de quimioterapia.

O antigo futebolista brasileiro Pelé, que está hospitalizado há oito dias para efetuar sessões de quimioterapia, deverá prolongar o período de internamento devido a uma infeção urinária, informou esta terça-feira o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

"As condições clínicas são estáveis e [Pelé] deverá sair do hospital nos próximos dias", informou, em comunicado, a unidade hospitalar na qual o ex-futebolista foi operado em 4 de setembro de 2021, para extração de um tumor no cólon.

Pelé, de 81 anos, já tinha estado internado para efetuar tratamentos entre 08 e 23 de dezembro do ano passado e deveria deixar o hospital, mas a deteção de uma infeção urinária em exames de rotina adiou a concessão de alta ao ex-futebolista.

A fragilizada saúde do tricampeão mundial (1958, 1962 e 1970) e antigo ministro do Desporto do Brasil, na equipa do presidente Fernando Henrique Cardoso, tem sido motivo de preocupação no país nos últimos anos, na sequência de várias hospitalizações.

Em 2019, Pelé, considerado por muitos o melhor jogador da história da modalidade, foi internado em Paris e depois transferido para São Paulo, devido a cálculos renais.