Paco Gento, antiga glória do Real Madrid, faleceu aos 88 anos

Paco Gento, antiga glória do Real Madrid, faleceu aos 88 anos
Redação

Ex-extremo detém os recordes de conquistas de Taças de Campeões Europeus e de campeonatos de Espanha ao serviço do emblema merengue, que representou durante 18 anos a fio

O Real Madrid está de luto. Paco Gento, antigo célebre futebolista merengue e presidente honorário de um dos maiores clubes da La Liga desde 2015, morreu, esta terça-feira, aos 88 anos de idade.

"O Real Madrid C. F., o seu Presidente e o seu Conselho de Administração lamentam profundamente a morte de Francisco Gento, Presidente Honorário do Real Madrid e uma das maiores lendas do nosso clube e do futebol mundial", lê-se em comunicado.

Paco Gento, que jogava a avançado/extremo, representou o Real Madrid entre 1953 e 1971 (18 temporadas consecutivas), em 600 jogos e marcou 182 golos, muitos deles úteis para vencer seis Taças dos Campeões Europeus, feito este inigualado.

Além deste recorde a nível europeu, Gento tornou-se no jogador que mais vezes conquistou a principal liga espanhola (12 edições), venceu duas Taças do Rei e foi, também, internacional pela seleção de Espanha em 43 ocasiões, das quais nos Mundiais de 62 e 66.

O antigo avançado espanhol defendeu, antes de se celebrizar no Real Madrid (clube no qual se retirou dos relvados), as cores do Racing Santander, durante apenas uma temporada (1952/53).

Em 2015, dois anos após Alfredo Di Stéfano perder a vida, Paco Gento, que nascera a 21 de outubro de 1933, foi nomeado presidente honorário do Real Madrid.