Ozil fora dos planos do Arsenal para a Liga Europa, avança o The Sun

Ozil fora dos planos do Arsenal para a Liga Europa, avança o The Sun
Redação

Médio internacional alemão não foi sequer convocado para nenhum dos sete jogos já disputados pelo Arsenal esta temporada.

O médio internacional alemão Mesut Ozil terá sido excluído da lista de jogadores inscritos do Arsenal para a próxima edição da fase de grupos da Liga Europa, escreveu, esta quarta-feira, o jornal inglês The Sun.

O periódico tabloide noticiou, também, que o treinador espanhol Mikel Arteta vai descartar a utilização do centrocampista na Premier League, pelo que não fará parte da lista final de inscritos para a competição, cujo envio terá que ser feito até dia 17 de outubro.

O médio alemão, de 31 anos, não foi sequer convocado para nenhum dos sete jogos já disputados pelo Arsenal esta temporada, inclusive para a conquista da Supertaça inglesa, pelo que será mesmo uma carta fora do baralho do técnico Arteta.

Além dessa final vencida, os comandados do treinador espanhol já disputaram quatro jogos do campeonato e dois encontros da Taça da Liga do país.

"É muito difícil todas as semanas convocar uma equipa, não apenas para o Mesut, mas também para outros jogadores. Procuramos escolher os que estão melhor preparados", afirmou, recentemente, Mikel Arteta, a propósito da situação de Ozil.

O último jogo de Mesut Ozil ao serviço do Arsenal ocorreu a 7 de março de 2020, relativo à 29.ª jornada da Premier League, na receção ao West Ham (vitória por 1-0). Foi substituído aos 89 minutos e, desde então, nunca mais vestiu a camisola do clube em jogos oficiais.

Mesut Ozil, o jogador mais bem pago do plantel dos "gunner"' (aufere 350 mil euros por semana), está a oito meses de terminar contrato com o Arsenal e recusou, inclusive, a descida da remuneração proposta pelo emblema de Londres para ajudar a mitigar os efeitos da pandemia.

Com o período de transferências encerrado, o futebolista alemão, caso não rescinda amigavelmente, só poderá agora assinar contrato por um clube dos escalões inferiores de Inglaterra ou aguardar pelo término do contrato (junho de 2021), ficando sem jogar até então.