Ozil conta tudo: "Reparámos que eles tinham uma arma e que algo estava errado"

Ozil conta tudo: "Reparámos que eles tinham uma arma e que algo estava errado"

Médio do Arsenal recorda a tentativa de assalto em julho, quando seguia na companhia da mulher e de Sead Kolasinac.

Mesut Ozil quebrou o silêncio sobre a tentativa de assalto de que foi vítima no passado mês de julho, em Londres, quando seguia na companhia de Sead Kolasinac, companheiro de equipa, e da esposa Amine Gulse.

"Reparámos que eles tinham uma arma e que algo estava errado. Eles claramente viram um carro grande e, como o Sead me tinha entregue algo, devem ter reparado que estava a usar um relógio caro", recordou o internacional alemão do Arsenal numa entrevista ao The Athletic.

"Disseram diretamente ao Sean. 'dá-nos o teu relógio!'. A reação dele foi muito, muito corajosa, porque atacou um dos ladrões. O segundo estava à frente do meu carro numa mota, por isso não podia conduzir", acrescentou.

A mulher de Ozil estava dentro da viatura. "Tínhamos acabado de casar e tinha medo pela minha esposa. Também tinha medo pelo Sean e não pensei em mim. O que me preocupava era se abrissem a porta, atirei-me sobre ela para a manter fechada", contou.