"O Real Madrid ofereceu muito mais dinheiro a Mbappé do que nós"

"O Real Madrid ofereceu muito mais dinheiro a Mbappé do que nós"
Miguel Laezza

Em entrevista ao jornal francês Le Parisien, Nasser Al-Khelaïfi, presidente do PSG, abordou vários temas e assegurou que nunca contactou Zinedine Zidane para comandar a turma "rouge et bleu".

Nasser Al-Khelaïfi revelou, numa entrevista ao jornal francês "Le Parisien", que o Real Madrid apresentou uma proposta mais alta, em termos financeiros, do que o Paris Saint-Germain a Mbappé. Incitado a falar do seu envolvimento na renovação do fenómeno gaulês, o presidente do clube parisiense assegurou que, "nos últimos cinco anos", estabeleceu "uma relação especial com Kylian e a sua família". "Eles nunca me falaram de dinheiro, nunca. Nem na altura do Mónaco. É por isso que os amo tanto, admiro a educação que ele recebeu. As pessoas dizem que ele ficou no Paris por causa do dinheiro, mas o Real ofereceu-lhe muito mais do que nós", confidenciou.

Sobre a possibilidade de Zinedine Zidane assumir o comando técnico do conjunto da capital francesa, o atual CEO da QSI (Qatar Sports Investments) confessou que nunca o contactou. "Adoro o Zidane, era um jogador fantástico, com uma classe incrível. Foi também um treinador excecional, tendo conquistado três títulos da Liga dos Campeões. Mas nunca falamos com ele, quer direta ou indiretamente. Quando digo "nós", refiro-me ao PSG enquanto clube. Sou o presidente e nunca discuti nada com ele", garantiu.

No que respeita à chegada de Luís Campos à formação parisiense, Al-Khelaïfi confirmou que o dirigente português "vai concentrar-se na primeira equipa". "Queremos descobrir novos talentos, explorar novos mercados e temos de encontrar jogadores que se orgulhem de estar aqui em Paris e que vivam para o clube e para o futebol. O Luís ajudou o Mónaco e o Lille a sagrarem-se campeões. Incute uma cultura de árduo trabalho, onde todas as partes têm de dar tudo todos os dias", frisou.

No que concerne ao tema dos futuros investimentos, o empresário multimilionário contou que pretende ter o clube repleto de jogadores parisienses. "Vamos ter o melhor centro de formação do mundo. Para os próximos anos, o meu objetivo é ter apenas jogadores parisienses na equipa porque há muito talento na nossa região. Levará tempo, mas é uma meta a atingir. Há onze anos, eu disse que queria desenvolver o futuro Messi. Hoje já digo que queremos desenvolver o futuro Mbappé. Não será fácil, mas temos tudo o que precisamos para ter êxito", finalizou.

Recorde-se que, há precisamente um mês, Kylian Mbappé, que já leva 171 golos marcados e 76 assistências nas cinco temporadas em que vestiu a camisola do PSG, renovou até 2025 com o clube francês por verbas verdadeiramente astronómicas, nunca antes vistas no futebol mundial.