No Chile falam em escândalo na seleção: seis jogadores terão feito uma festa sexual

No Chile falam em escândalo na seleção: seis jogadores terão feito uma festa sexual

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Redação

A alegada festa terá decorrido depois do triunfo do Chile sobre a Bolívia [1-0], na noite da sexta-feira.

Parece estar à vista mais uma polémica na seleção chilena. De acordo com a Imprensa do Chile, pelo menos seis jogadores terão chamado várias mulheres para uma festa sexual no Gran Hotel Odara, hotel onde a seleção estagia durante a Copa América.

Segundo a Imprensa chilena, os jogadores em questão são Jean Meneses, Arturo Vidal, Gary Medel, Pablo Galdames, Pablo Aranguiz e Eduardo Vargas, todos habituais titulares.

Algumas destas informações apontam mesmo que o selecionador Martín Lasarte já terá colocado o lugar à disposição.

A alegada orgia terá decorrido depois do triunfo do Chile sobre a Bolívia [1-0], na noite da sexta-feira. No sábado já não houve treino e este domingo voltou a ser desmarcado.

A federação chilena admitiu, este domingo, ter-se quebrado a bolha criada devido à pandemia de covid-19, pedindo mesmo desculpas em comunicado, mas tudo devido à chamada de um cabeleireiro ao estágio.