"Não gosto de mandar Buffon para o banco, mas Aréola também precisa de jogar"

"Não gosto de mandar Buffon para o banco, mas Aréola também precisa de jogar"

Treinador do PSG anunciou que o experiente guarda-redes vai começar os próximos dois jogos no banco de suplentes.

Gianluigi Buffon vai começar os próximos dois jogos do Paris Saint-Germain na Ligue 1 no banco de suplentes. A confirmação foi dada pelo treinador Thomas Tuchel, em conferência de imprensa, que se justificou com a necessidade de dar tempo de jogo a Aréola, concorrente do veterano italiano por um lugar na baliza do clube da capital francesa.

"Buffon vai ficar no bando frente ao Angers e ao Nimes. Não gosto de mandá-lo para o banco, mas Aréola também precisa de ritmo de jogo. O Gigi fez três jogos excelentes, mostrou grande personalidade, mas também tenho que dar uma hipótese ao Aréola", explicou o técnico do PSG.

Buffon, recorde-se, deixou a Juventus ao fim de 17 anos e rubricou um contrato válido por uma época com o emblema parisiense, com outra de opção.