Mundial: Beckham indica os candidatos e surpreende com uma escolha

Mundial: Beckham indica os candidatos e surpreende com uma escolha
Redação

Antigo internacional inglês aponta crónicos candidatos ao título, mas mostra-se empolgado com a Dinamarca.

David Beckham, ex-futebolista de Manchester United, Real Madrid, Los Angeles Galaxy, AC Milan e Paris Saint-Germain, concedeu uma entrevista ao site oficial da FIFA enquanto embaixador do Mundial do Catar e apontou os seus favoritos à conquista do mais desejado troféu de seleções, incluindo, de forma inesperada, a Dinamarca.

"Como é um Campeonato do Mundo, falamos automaticamente do Brasil, da Argentina e da França, todas elas grandes nações que já ganharam muitos torneios. Outro país que estou empolgado para ver é a Dinamarca, penso que podem ser a revelação. Eles prepararam-se bem e conseguem sempre bons resultados nas fases finais das grandes competições. Também estou ansioso por ver o Catar, país anfitrião", revelou.

O co-proprietário do Inter Miami, equipa que compete na MLS (Major League Soccer) dos Estados Unidos, acredita que este Mundial pode ser um evento espetacular, mesmo sendo disputado no decorrer da época desportiva dos clubes: "Fui internacional pela Inglaterra (em 115 ocasiões, tendo apontado 17 golos com o escudo dos "Três Leões") e chegávamos aos Mundiais após uma temporada desgastante na Premier League, que é uma das ligas mais difíceis e competitivas do mundo. No final da época, estamos exaustos e a recuperação leva mais do que algumas semanas. Desta vez, será a meio da temporada, então é perfeito para os jogadores ingleses e outras seleções, que podem ter uma possibilidade real de vencer o torneio", frisou o antigo jogador, agora com 46 anos.

Quando questionado sobre se esta nova geração inglesa gera otimismo e confiança, Beckham afirmou: "Sempre espero muito da Inglaterra. E os nossos adeptos também, com razão. Penso que o Gareth Southgate (técnico da seleção) fez um trabalho incrível. Este grupo de pessoas está junto há alguns anos. Não podemos continuar a dizer que é uma equipa jovem, mas muitos jogadores ainda o são, embora também tenham acumulado experiência, como, por exemplo, o Harry Kane. Acho que é uma grande oportunidade para nós. Vamos chegar ao torneio em boa forma e só temos de manter isso", declarou.

Para concluir, um dos mais mediáticos e influentes nomes de sempre do futebol inglês deixou uma mensagem a todos aqueles que pretendem viajar até ao Catar para assistir ao Mundial: "Vão ter uma ótima experiência. No passado, os adeptos tinham que se deslocar para outras zonas entre os jogos, mas no Catar poderão ir a mais do que uma partida por dia porque o torneio vai ser compacto. Haverá boa comida, uma receção calorosa por parte da população local e muito para ver e desfrutar além do futebol. Julgo que vão gostar", rematou.