Muller está contra a Bola de Ouro de Messi e quem poderá lucrar é... o Benfica

Muller está contra a Bola de Ouro de Messi e quem poderá lucrar é... o Benfica
Redação

Jogador do Bayern aponta o próximo jogo da Liga dos Campeões, contra o Barcelona, como uma forma de resolver a questão. É o Benfica que pode sair a ganhar...

Lionel Messi recebeu na segunda-feira a sua sétima Bola de Ouro. No mundo do futebol, muitas foram as reações a mais uma conquista: muitos consideram que o prémio deveria ter sido atribuído a Robert Lewandowski ou Karim Benzema, enquanto outros referem que "nunca será injusto" o astro argentino receber a distinção para melhor futebolista do ano.

Thomas Muller, avançado do Bayern e internacional alemão, não concordou com o vencedor do prémio, considerando que deveria ter sido atribuído ao companheiro de equipa Robert Lewandowski.

Em publicação na sua conta do Linkedin, Muller apresenta, no entanto, uma espécie de "solução" para o "problema", e quem pode vir lucrar com isso é mesmo o Benfica.

"Embora já esteja no ramo há algum tempo, por isso não fiquei muito surpreendido com o resultado (foi semelhante com Franck Ribery em 2013), toda a situação criou ou reforçou um pensamento em mim: temos grandes jogadores na Bundesliga e não devemos esconder-nos, mas são precisos novos sucessos internacionais para o reconhecimento global", escreveu o jogador.

"É também uma grande motivação para mim colocar tudo na balança para trazer a Liga dos Campeões de volta para Munique e mostrar ao mundo do futebol o que está a acontecer. E, acima de tudo, o que o futebol alemão tem a oferecer. Temos a próxima oportunidade de fazê-lo na quarta-feira, no jogo da Liga dos Campeões contra o Barcelona. Vamos resolver isto!", acrescentou.

Pois bem, para se apurar para os oitavos de final da Liga dos Campeões, o Benfica precisa de vencer o Dínamo Kiev e esperar que o Barcelona não vença o Bayern, em Munique. Jorge Jesus até já disse esperar que o emblema bávaro "faça o seu trabalho". A motivação dos alemães parece que estará, assim, "em alta".

A mensagem de Thomas Muller na íntegra:

"Dos pontos de vista bávaro, polaco e também alemão, a atribuição da Bola de Ouro ontem [segunda-feira] à noite foi definitivamente uma deceção. Para alguns ou até mais. Embora já esteja no ramo há algum tempo, por isso não fiquei muito surpreendido com o resultado (foi semelhante com Franck Ribery em 2013), toda a situação criou ou reforçou um pensamento em mim: temos grandes jogadores na Bundesliga e não devemos esconder-nos, mas são precisos novos sucessos internacionais para o reconhecimento global.

É também uma grande motivação para mim colocar tudo na balança para trazer a Liga dos Campeões de volta para Munique e mostrar ao mundo do futebol o que está a acontecer. E, acima de tudo, o que o futebol alemão tem a oferecer.

Temos a próxima oportunidade de fazê-lo na quarta-feira, no jogo da Liga dos Campeões contra o Barcelona. Vamos resolver isto!

PS: Lionel Messi é provavelmente o melhor jogador que o futebol já produziu. Portanto, parabéns a Lionel por ter vencido a Bola de Ouro, embora eu ache que Robert Lewandowski teria merecido mais desta vez."