Morreu Maxim Tsigalko, um ídolo do futebol virtual

Morreu Maxim Tsigalko, um ídolo do futebol virtual
Redação

Tsigalko faleceu aos 37 anos. Avançado popularizou-se num videojogo, mas nunca atingiu o estatuto de craque nos relvados

O antigo avançado Maxim Tsigalko morreu esta sexta-feira aos 37 anos, anunciou o Dínamo Minsk, equipa bielorrussa na qual atuou entre 2001 e 2004.

O ex-futebolista acabou a carreira em 2008 e chegou a afirmar que a popularidade que teve por um simulador virtual pesou na dificuldade em desenvolver o potencial. O dianteiro tornou-se conhecido devido ao videojogo "Championship Manager 2001/02", no qual era considerado um dos jogadores mais promissores, um verdadeiro achado por ser barato e desconhecido, mas com estatísticas de avançado de topo mundial.

Sem serem ainda divulgadas as causas da morte, o antigo avançado, que marcou 28 golos em 65 partidas nos três anos pelo Dínamo retirou-se do futebol aos 26 anos e já tinham sido adiantados problemas financeiro, o que levou, em 2018, a que se criasse uma petição para que lhe fosse concedida uma oportunidade de trabalho.