Ministro das Finanças espanhol acusa: "O Valência tentou enganar os valencianos..."

Ministro das Finanças espanhol acusa: "O Valência tentou enganar os valencianos..."
Redação

Em causa a construção do novo estádio do Mestalla

Arcadi Espanha, antigo ministro da Política Territorial da Comunidade Valenciana e atual ministro das Finanças espanhol, acusou esta segunda-feira o Valência de "tentar enganar" a Generalidade, sistema regulador do governo valenciano.

A origem da acusação deve-se a áudios gravados sem o conhecimento de Anil Murthy, presidente do Valência, num almoço com outros cinco empresários no domingo, os quais, segundo o político, confirmam a existência de "uma tentativa de enganar a administração e os valencianos".

"Nas conversas sobre comida, todos nós usamos uma palavra ou outra, mas a conclusão é que a Generalidade dizia-nos uma coisa e eles [Valência], outra. Estou muito desapontado", confessou Espanha, em declarações ao jornal El Punt.

No áudio em questão, Murthy é apanhado a confessar a intenção de "denunciar" a Generalidade pela decisão de expirar antecipadamente um plano de ação concedido para facilitar a construção do novo Mestalla, para além de ter admitido que iria a uma reunião entre a administração e o clube apenas para agradecer e fazer boa figura.

"O que fica claro com essas gravações é que não estamos aqui para perder tempo. Se não querem ter um diálogo com a administração, mas dizer-nos: 'sim, sim, sim, obrigado, obrigado' e sorrir, não era preciso mantê-lo", reprovou o ministro.

O Valência, desde o vazamento dos áudios do presidente, tem mantido a versão de que os mesmos foram adulterados.