Maguire defende-se das críticas: "Gostam de cliques e coisas dessas"

Maguire defende-se das críticas: "Gostam de cliques e coisas dessas"
Redação

Declarações de Harry Maguire, central da seleção inglesa, que perdeu na sexta-feira com a Itália (0-1) e confirmou a descida para a segunda divisão da Liga das Nações.

Harry Maguire, após a derrota da Inglaterra com a Itália (0-1) na sexta-feira, que confirmou a descida da seleção para o segundo escalão da Liga das Nações - três derrotas em cinco jogos, um golo marcado, sete sofridos - desvalorizou as críticas de que é alvo nas redes sociais.

"Não sei o que tem sido dito, não leio essas coisas. Voltei de três jogos positivos com a Inglaterra no verão e, depois de uma boa pré-época, senti-me muito bem. O técnico [Erik ten Hag] decidiu colocar-me de fora num jogo e a equipa tem vencido desde aí, mas tenho trabalhado muito nos treinos, para ter a certeza que estarei pronto quando a oportunidade surgir. É só isso que posso fazer para ajudar a equipa", começou por dizer, em declarações à rádio Talksport.

Questionado novamente sobre se as vozes negativos afetam a sua auto-estima, Maguire negou que seja esse o caso, considerando que a única razão dessas críticas se deve à necessidade de "cliques e coisas dessas" nas redes sociais.

"Não estou focado no que as pessoas dizem. Sou capitão do Manchester United, vou sempre originar notícias de destaque. É essa a razão de fazerem isso [criticarem], eles gostam dos cliques e coisas dessas. Eu fui para o Europeu após uma lesão de oito meses, sem ter feito um único jogo, e fiz parte do melhor onze do torneio", completou o central, de 29 anos.