Lyon vence Saint-Étienne na compensação e sobe ao terceiro lugar

Lyon vence Saint-Étienne na compensação e sobe ao terceiro lugar

Com este resultado, o Saint-Étienne passa para o quarto posto.

O Lyon de Anthony Lopes conquistou este domingo um importante triunfo, por 2-1, em casa do Saint-Étienne, destronando-o do terceiro lugar da liga francesa à 21.ª jornada.

Os locais adiantaram-se no marcador, aos 21 minutos, com cabeçada do médio Romain Hamouma, mas Nabil Fekir empataria, aos 65', na marcação de um penálti, por bola no braço, em lance à queima-roupa.

Já nos descontos, aos 90+5', um mau alívio da defesa anfitriã permitiu um cruzamento para a área, onde Dembélé cabeceou entre dois centrais, sentenciando a partida.

O Lyon soma agora 37 pontos, mais um do que o seu rival, enquanto o Lille tem 40, menos 13 do que o líder PSG, que tem inclusivamente dois jogos a menos, e que sábado impôs goleada histórica 9-0 ao último classificado Guingamp, que há 10 dias o tinha afastado na Taça de França em pleno Parque dos Príncipes.

Um golo de Cornelius (77) valeu o triunfo 1-0 do Bordéus sobre o Dijon, antepenúltimo com 17 pontos.

Horas antes, o Marselha terminou um jejum de nove jogos sem vencer, após impor-se, por 1-0, na visita ao Caen.

Com o central português Rolando a titular, os marselheses foram bem-sucedidos com o golo marcado de cabeça pelo do médio Morgan Sanson, aos 47 minutos, depois de ter substituído o lesionado Payet, aos 26.

O Caen viu a sua capacidade de reagir condicionada após a expulsão do lateral direito Frédéric Guilbert, que foi admoestado com o segundo cartão amarelo, aos 51 minutos.

O Marselha subiu ao sétimo lugar com os mesmos 31 pontos do Nice, já o Caen é 16.º, com apenas 18.

O defesa Pedro Mendes foi titular na equipa do Montpellier, que empatou 0-0 em recinto do Rennes e não vence há seis partidas nas várias competições, partilhando o quinto lugar com o Estrasburgo, com 32 pontos, enquanto o rival deste domingo é oitavo, com 30.

O Angers sofreu para ganhar ao Nantes por 1-0, com o único golo a surgir já aos 90+4, através de Angelo Fulgini. As duas equipas seguem em 15.º e 14.º, respetivamente, ambas com 23 pontos.