Luta ao rubro pela Champions marca jogo 150 de Nuno pelos Wolves

Luta ao rubro pela Champions marca jogo 150 de Nuno pelos Wolves
Ana Luísa Magalhães / Pedro Ribeiro

O castigo do City pode aproximar a Liga dos Campeões da armada portuguesa, mas o terceiro lugar está só a três pontos de distância. Luta taco a taco com Manchester United chega até aos prémios individuais

A luta pelos lugares na UEFA na Premier League está alucinante e é o principal motivo de interesse para os seis jogos que restam.

Se o castigo ao Manchester City se confirmar (aguarda-se pela resposta ao recurso interposto ao Tribunal Arbitral do Desporto), o quinto lugar abre a porta da Liga dos Campeões.

Neste momento, a posição é ocupada pelo Manchester United, com os mesmos pontos que os Wolves, mas a equipa de Nuno Espírito Santo pode nem ter de pensar nisso porque o quarto lugar está a dois pontos de distância, e o terceiro a três.

Não obstante, o treinador garante que não se fala da Liga dos Campeões no balneário. "Não houve [conversas] e nunca haverá, é jogo a jogo. Amanhã [hoje] é sábado e vamos jogar com o Arsenal. Estamos todos concentrados nisso", vincou o técnico, que vai completar 150 jogos ao serviço da equipa de Wolverhampton: "Reflete anos de trabalho árduo, muitas pessoas evoluíram durante estes três anos."

De facto, Nuno é o treinador com maior percentagem de vitórias da história do clube, e até o único acima dos 50%: 52,3%.

Os Wolves regressaram em grande depois da paragem, com três triunfos em igual número de partidas, e é curioso constatar que o duelo com o Manchester United chega até aos prémios: Nuno Espírito Santo e Ole Gunnar Solskjaer estão nomeados para melhor treinador do mês. Por outro lado, ambas as equipas colocam dois candidatos na categoria de melhor jogador: Coady e Jiménez (Wolves), e Bruno Fernandes e Martial (Man. United). Além disso, estes dois últimos também concorrem para a distinção de melhor golo de junho, numa lista onde está Pedro Neto, dos Wolves.

Entretanto, no treino de sexta-feira dos red devils, Bruno Fernandes e Pogba chocaram um com o outro e, segundo o "The Mirror", ambos ficaram queixosos e estão em dúvida para o jogo de hoje com o Bournemouth.