Lucho: depois da tatuagem, a homenagem a Maradona

Lucho: depois da tatuagem, a homenagem a Maradona
Redação

Lucho era fã do ex-craque argentino, tem tatuagem do ídolo na perna e trabalhou com Maradona na seleção argentina.

Lucho González trocou a tradicional camisa número 3 pela 10 do eterno craque mundial Diego Armando Maradona, falecido na última quarta-feira, vítima de uma parada cardiorrespiratória. A homenagem, entretanto, não foi como o ex-portista esperava, visto que sua equipa acabou derrotada pelo Palmeiras do técnico Abel Ferreira por 3-0.

No meio da semana, Lucho gravou um vídeo publicado nas redes sociais a lamentar a perda do seu ídolo no futebol. Aos 39 anos, o vencedor de seis ligas portuguesas e duas Taças de Portugal pelo FC Porto, não escondeu a tristeza com a perda de Maradona.

"Um dia muito triste para mim, um dos dias mais tristes da minha vida, não só porque é um dos meus maiores ídolos, mas também porque tive a sorte e o prazer de conhecê-lo como pessoa, de conhecê-lo como treinador. Uma pessoa que vai ser lembrada por tudo aquilo que fez no futebol. Sempre lutou contra o poder, contra coisas que não gostava. Será eternamente lembrado por todos", disse Lucho.