Klopp revela papel de "neurocientistas" na conquista da Taça de Inglaterra

Klopp revela papel de "neurocientistas" na conquista da Taça de Inglaterra
Redação

Liverpool venceu o troféu no desempate por grandes penalidades

O Liverpool venceu este sábado a Taça de Inglaterra, depois levar a melhor sobre o Chelsea no desempate por grandes penalidades (6-5, após 0-0 ao fim do prolongamento) e Jurgen Klopp, após o jogo, revelou a importância de uma equipa de "neurocientistas" na conquista do troféu.

"Trabalhamos junto de uma empresa composta por quatro homens, o nome é 'Neuro11'. Entrei em contacto com eles há dois anos, um deles é neurocientista e disse-me: 'Podemos treinar as cobranças dos penáltis'. Achei interessante, trabalhámos juntos e este troféu é para eles também, tal como a Taça da Liga inglesa foi", congratulou, em conferência de imprensa.

Klopp qualificou a conquista da Taça como "inacreditável", tendo em conta a carga de jogos que a equipa atravessou na época e afirmou ainda que é o principal culpado por Sadio Mané ter falhado a respetiva cobrança a partir da marca dos 11 metros.

"O penálti do Sadio [Mané] é de certeza pelo menos 50% da minha responsabilidade. Tens de deixar os rapazes fazerem o que querem, mas com ele, eu disse: 'Ele [compatriota Mendy, guarda-redes do Chelsea] conhece-te muito bem, portanto atira ao lado contrário [do normal]", contou o técnico dos reds, que levantou a primeira Taça inglesa da carreira no sábado.