Klopp desfaz-se em elogios na despedida de Mané: "Não vale a pena tentar fingir o contrário"

Klopp desfaz-se em elogios na despedida de Mané: "Não vale a pena tentar fingir o contrário"
Vanda Pinto

Treinador do Liverpool deixa muitos elogios ao internacional senegalês, que esta quarta-feira foi oficializado como reforço do Bayern.

Jurgen Klopp, treinador do Liverpool, comentou a saída de Sadio Mané para o Bayern, oficializada esta quarta-feira. O técnico alemão desfez-se em elogios ao internacional senegalês. "Se amas o Liverpool, tens de amar o Sadio, não é negociável", afirmou.

"É um grande momento. Não vale a pena ninguém tentar fingir o contrário. Um dos maiores jogadores de sempre do Liverpool está de saída e temos de reconhecer o quão significativo isto é", começou por dizer em declarações reproduzidas pelo site oficial dos "reds".

"Ele sai com a nossa gratidão e o nosso amor. Sai com o seu estatuto entre os grandes garantido. E sim, ele sai num momento em que é um dos melhores jogadores do futebol mundial. Mas não devemos pensar sobre o que agora perdemos, mas sim celebrar o que tivemos o privilégio de ter. Os golos que marcou, os troféus que ganhou; uma lenda, com certeza, mas também um ícone do Liverpool dos tempos modernos. Desde que entrou pela porta pela primeira vez, tornou-nos melhores. Se alguém nos tivesse dito naquele momento o que ele iria contribuir e conseguir neste clube, não tenho a certeza se teria sido possível compreender naquele momento. Pelo menos não a escala disso. Sadio tornou tudo possível", continuou.

"Ser assim tão bom durante um período tão sustentado e melhorar continuamente época a época - por mais alto que ele tenha estabelecido a sua própria fasquia na anterior - é um exemplo para qualquer jogador em qualquer parte do planeta de que o profissionalismo e a dedicação conduzem à recompensa", disse ainda, falando depois sobre a decisão de mudar-se para o Bayern.

"Respeito totalmente a sua decisão e tenho a certeza de que os nossos adeptos também. Se amas o Liverpool, tens de amar o Sadio - não é negociável. É possível fazer isto e aceitar que a nossa perda é uma vitória do Bayern. Não lhe podemos desejar mais do que sucesso em cada jogo, a menos, claro, que seja contra nós. A sua estrela vai continuar em ascensão, não tenho dúvidas", disse, concluindo com mais elogios:

"Lembro-me de na época passada me ter sido pedido, numa entrevista ou num Q&A (perguntas e respostas), para descrever Sadio em três palavras. Eu disse na altura que não era possível fazer isso. Se eu tivesse de tentar, precisaria que me autorizassem a fazer várias tentativas, porque há muitas maneiras de o descrever usando três palavras. Jogador de classe mundial, verdadeira lenda do clube, modelo ideal [a seguir], companheiro de equipa perfeito, pessoa atenciosa e carinhosa. Mas as três palavras que hoje em dia parecem as mais apropriadas são também as mais difíceis de dizer: "vamos sentir a tua falta"".