Klopp critica nova Champions e arrasa Liga das Nações: "É das ideias mais estúpidas da história"

Klopp critica nova Champions e arrasa Liga das Nações: "É das ideias mais estúpidas da história"
Redação

O treinador alemão do Liverpool também mostrou o seu desagrado perante as reformas a que a Liga dos Campeões vai ser sujeita

Na conferência de imprensa de antevisão da final da Taça de Inglaterra, Jürgen Klopp revelou o seu descontentamento relativamente à Liga das Nações, competição ganha por Portugal em 2019, e às reformas da Liga dos Campeões, que vão ter efeito a partir de 2024. Na base do sentimento do treinador dos reds está algo que une estas duas competições: o aumento do número de jogos e o consequente cansaço dos jogadores.

A nova versão da Champions poderá levar uma equipa a jogar 17 jogos, no máximo, desde o início da competição até à final, fora as pré-eliminatórias, ao invés dos 13 jogos atuais, desde a fase de grupos à final. Esta transformação levou o alemão a desabafar que "mais jogos são sempre uma má ideia. Tenho falado muito sobre isso"

Mas Klopp foi ainda mais crítico da Liga das Nações, competição de seleções que teve início em 2018, afirmando inclusivamente que estaria disposto a sacrificar algum do dinheiro ganho com a final da Champions para terminar com a competição em questão.

"A Liga das Nações é uma das ideias mais ridículas do mundo do futebol. Os jogadores jogaram mais de 70 jogos e continuamos com os jogos da Liga das Nações (após o fim da temporada). Quatro, cinco, seis jogos com as seleções. Eu preferiria que a UEFA recebesse mais dinheiro das finais da Liga dos Campeões e se livrasse da Liga das Nações."