Klopp atira-se à federação inglesa e avisa: "Não estaremos aqui"

Klopp atira-se à federação inglesa e avisa: "Não estaremos aqui"

lA paragem de inverno está no centro da polémica. A federação inglesa parece não estar a cumprir o acordo e o treinador do Liverpool deu folga aos jogadores, pretendendo convocar os mais jovens para o jogo da Taça de Inglaterra, que terá no banco o seu adjunto

O empate (2-2) do Liverpool em casa do Shrewsbury Town nos 16 avos de final da Taça de Inglaterra vai levar a equipa de Jurgen Klopp a disputar o jogo de repetição em Anfield no dia 4 de fevereiro e o técnico alemão veio dizer que quem fará esse encontro será o adjunto e os jogadores da formação, por causa da paragem de inverno.

"Em abril de 2019 recebemos uma carta da Premier pedindo que respeitássemos a paragem de inverno. Não podíamos fazer jogos oficiais nem amigáveis. Há duas semanas disse aos jogadores que íamos ter uma paragem, o que significa que não estaremos aqui. Vão ser os jogadores da formação a fazer o jogo de repetição porque não nos podem tratar como se nada fosse. A Premier pediu-nos para respeitarmos as férias e é isso que faremos. Se a federação inglesa não respeita, não podemos fazer nada. Mas não vamos estar aqui. Neil Critchley [adjunto] dirigirá o jogo", afirmou Klopp.

"Devemos respeitar o bem-estar dos jogadores e eles precisam de descanso mental e físico. A Premier pede-nos uma coisa e noutra competição já não é importante. Então temos de tomar uma decisão porque os jogadores internacionais quase nunca têm tempo livre. Sabíamos que havia uma paragem antes da Taça de Inglaterra e vamos cumprir", rematou o técnico sobre a questão da paragem de inverno que foi acordada entre todos os organismos do futebol britânico em 2018 e que a federação inglesa (Football Association) parece não estar a cumprir.

Não será a primeira vez que o Liverpool fará um jogo com jogadores da formação. Aconteceu em dezembro na Taça da Liga contra o Aston Villa, por causa dos compromissos dos reds no Mundial de Clubes. Na altura, o Aston Villa ganhou por 5-0 e o Liverpool conquistou o Mundial, batendo na final o Flamengo de Jorge Jesus.