Jogadores do Valência boicotam conferência da Liga dos Campeões

Jogadores do Valência boicotam conferência da Liga dos Campeões

Equipa está em protesto contra o despedimento do treinador Marcelino García Toral

A saída do treinador Marcelino García Toral do Valência não agradou aos jogadores que, esta segunda-feira, decidiram boicotar a conferência de imprensa de antevisão ao jogo de estreia na Liga dos Campeões.

Os jogadores, que já tinham escrito várias mensagens nas redes sociais, não desistem de mostrar o seu desagrado, e Albert Celades, o técnico que substituiu Marcelino García, afirmou. "Não é a situação ideal. Foi a medida que os jogadores tomaram. Não tenho mais nada a dizer. "Amanhã [terça-feira] começa a melhor competição do mundo a nível de clubes. De certeza que isso é motivação suficiente para que todos pensem no jogo e o encarem da melhor forma possível. Todos os jogadores querem jogar e estar no onze titular. Já passei por situações semelhantes à que os jogadores estão a viver agora. Também como treinador, no Mundial 2018, com Julen [Lopetegui] no Real Madrid... vivi situações complicadas."

O Valência, onde jogam os portugueses Gonçalo Guedes e Thierry Correia, defronta esta terça-feira (20h00) o Chelsea, em Stamford Bridge, na primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.