James Rodríguez quer sair do Catar e já há alguns clubes a disputá-lo

James Rodríguez quer sair do Catar e já há alguns clubes a disputá-lo
Redação

Futebolista da seleção da Colômbia integra a lista de potenciais reforços de dois clubes grandes da Turquia e um dos Emirados Árabes Unidos. Preferência do ex-FC Porto é regressar à Europa

Jorge Mendes está, entre vários afazeres, a tratar do futuro de James Rodríguez. O colombiano pretende deixar o Al-Rayyan (I Liga catari) e, segundo o jornal "Marca", pediu ao superagente para lhe arranjar um novo clube para prosseguir carreira.

O extremo ex-FC Porto, que não representa o Al-Rayyan desde 5 de março - já lá vai bem mais de um mês -, pretendia jogar no campeonato do Catar antes do Mundial, acolhido pelo país, mas o plano foi abortado pelo não apuramento da Colômbia.

Decidido a terminar uma etapa de raras boas memórias no Al-Rayyan, Rodríguez é, agora, segundo o jornal "Sporx", desejado pelo Galatasaray (Turquia), mas não só, pese ter sido visto com um empresário na Arábia Saudita.

Além do Galatasaray, o extremo está a ser cobiçado, refere a mesma publicação, pelo rival turco Fenerbahce e até o Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos, está disposto a apresentar uma proposta pelo jogador, cuja preferência é regressar à Europa.

Desde meados de 2020 no Al-Rayyan, James Rodríguez realizou apenas 15 jogos - nunca jogara tão pouco na bem sucedida e titulada carreira - e marcou cinco golos.