Jake Daniels é o primeiro jogador profissional no ativo assumidamente homossexual

Jake Daniels é o primeiro jogador profissional no ativo assumidamente homossexual
Redação

Jogador de 17 anos do Blackpool, equipa que atua no Championship, segundo escalão do futebol inglês, assumiu a sua orientação sexual.

Jake Daniels, de 17 anos, tornou-se esta segunda-feira o primeiro jogador profissional, no ativo em Inglaterra e na Europa, assumidamente homossexual. Daniels assinou contrato profissional com o Blackpool, equipa que atua no Championship, segundo escalão do futebol inglês, em fevereiro. Agora, em entrevista à Sky Sports, fala abertamente sobre a sua orientação sexual.

"Agora é o momento certo para o fazer. Sinto que estou preparado para contar a minha história às pessoas. Há muito tempo que penso em como o quero fazer, quando o quero fazer. Eu sei que agora é a altura certa. Estou pronto para ser eu próprio, ser livre e ter confiança em tudo isto. Tinha provavelmente cinco ou seis anos quando soube que era homossexual. Por isso, tenho vivido com a mentira durante muito tempo. Nessa idade, não se acredita realmente que o futebol e ser gay se possam misturar. Pensa-se apenas que um dia, quando for mais velho, terei uma namorada, mudarei e tudo ficará bem. Mas à medida que se envelhece, percebe-se que não se pode simplesmente mudar. Não funciona dessa forma. Tive namoradas no passado, para tentar fazer com que os meus colegas de turma pensassem que eu era heterossexual, mas foi apenas uma forma de encobrir. Na escola as pessoas até me perguntavam: "Tens a certeza que não és gay?". E eu dizia: "Não, não sou", começou por dizer.

"Durante muito tempo pensei que teria de esconder a minha verdade porque queria ser, e agora sou, um jogador de futebol profissional. Perguntei-me se devia esperar até me reformar para me assumir. Nenhum outro jogador no futebol profissional no ativo se assumiu. Contudo, eu sabia que isso levaria a um longo tempo de mentira e a não poder ser eu mesmo ou levar a vida que eu quero. Desde que me assumi à minha família, ao meu clube e aos meus companheiros de equipa, esse período de pensar demais em tudo e o stress que isso criou foi-se embora. Estava a ter um impacto na minha saúde mental. Agora estou confiante e feliz por finalmente ser eu próprio", continuou.

"O Blackpool tem sido absolutamente incrível. Estou com eles todos os dias e senti-me seguro. Os meus colegas de equipa têm sido um suporte e todos me têm apoiado. Têm feito montes de perguntas, têm estado todos intrigados e a reação tem sido brilhante. É a melhor coisa que eu poderia ter pedido. O capitão [Chris Maxwell] foi uma das principais pessoas a quem contei e ele também me fez muitas perguntas. No final acabou por dizer: "Estou tão orgulhoso de ti". Significou tanto. Gosto quando as pessoas fazem perguntas. Só quero que se saiba tudo e que as pessoas ouçam a minha história", disse ainda Daniels.