Israel na frente de Gales e Bélgica

Israel na frente de Gales e Bélgica

A seleção de Israel assumiu o comando isolado do Grupo B de qualificação para o Euro'2016, ao vencer a Bósnia-Herzegovina por 3-0, ultrapassando o País de Gales, que empatou a zero na Bélgica.

Vermouth (36 minutos), Damari (45) e Zahavi (70) marcaram os golos dos israelitas, que somam o pleno de nove pontos, contra oito dos galeses, que têm mais um jogo disputado, e cinco dos belgas. Os bósnios mantiveram-se com dois.

Chipre, que goleou em casa Andorra por 5-0, é terceiro classificado (seis pontos, em quatro jogos), tendo ultrapassado os belgas, num agrupamento em que Andorra se manteve a zero (2-17 em golos).

A República Checa também se destacou no comando do seu agrupamento, o A, mantendo-se só com vitórias (12 pontos), depois de bater a Islândia, com quem partilhava a liderança (nove pontos, em três jogos), por 2-1.

Os islandeses marcaram primeiro, mas os anfitriões deram a volta ao resultado, com Emil Hallfreosson a selar o triunfo dos checos aos 61 minutos, com muita infelicidade, na própria baliza.

A Turquia, por sua vez, somou a primeira vitória, ganhando por 3-1 frente ao Cazaquistão (último, com um ponto), com um "bis" de Burak Yilmaz, e é agora quarta classificada no agrupamento.

A Holanda, que goleou a Letónia por 6-0, com "bis" de Klaas-jan Huntelaar e Arjen Robben, manteve o terceiro lugar (seis pontos), para alívio de Guus Hiddink, que prometera sair em caso de terceiro desaire na qualificação.

No Grupo H, os líderes Itália e Croácia não se desenvencilharam entre si no comando, que continuam a partilhar, após o empate a um golo em San Siro, em jogo que esteve interrompido alguns minutos, na segunda parte, devido a desacatos nas bancadas ondes estavam os adeptos croatas.

Antonio Candreva (11 minutos) abriu o marcador para a Itália, mas Ivan Perisic (15) empatou o encontro, deixando as duas equipas com 10 pontos, agora apenas mais um que a Noruega, que superou o Azerbaijão, por um golo sem resposta.

Digno de registo é o empate (1-1) de Malta na Bulgária, que atrasou a seleção da casa (quarta classificada, com quatro pontos) e permitiu aos malteses somar o seu primeiro ponto em prova.