Três clubes escapam à penalização de quebra do "fair-play" financeiro

Três clubes escapam à penalização de quebra do "fair-play" financeiro

Inter e Besiktas estavam sob a alçada do fair-play financeiro desde maio de 2015, enquanto o Astana começou a ser monitorizado em 2016.

A UEFA anunciou que Inter, Besiktas e Astana, cumpriram o acordo registado no fair-play financeiro e deixaram de estar monitorizadas pelo organismo que rege o futebol europeu.

Com esta medida, o Inter , de João Mário e Cédric Sores, o Besiktas, de Ricardo Quaresma, e o Astana, clube dao Cazaquistão, ficam livres de contratar jogadores e sem limitações nas inscrições para a próxima participação nas competições europeias.

Inter e Besiktas estavam sob a alçada do fair-play financeiro desde maio de 2015, enquanto o Astana começou a ser monitorizado em 2016.

De acordo com a UEFA, o Trabzonspor não cumpriu o acordo na íntegra durante a temporada de 2018/19 e vai continuar a ser seguido pela UEFA, sendo que a situação do clube turco voltará a ser analisada na próxima reunião do Comité de Controlo.