Thiago Motta fica mal na fotografia, PSG sofre, mas Mbappé salva o dia

Thiago Motta fica mal na fotografia, PSG sofre, mas Mbappé salva o dia

Com um bis de Mbappé, o Paris Saint-Germain, reduzido a 10 desde os 16 minutos, sofreu para vencer o modesto Angers.

Com um bis de Mbappé, o Paris Saint-Germain, reduzido a 10 desde os 16 minutos, sofreu para vencer o modesto Angers por 2-1, aumentando para 17 pontos a vantagem na liga francesa de futebol para o Mónaco. O antigo pupilo do treinador português Leonardo Jardim no Mónaco foi preponderante no desafio da 31.ª jornada, numa altura em que Neymar está lesionado: oportuno, fez os dois golos, numa equipa que no final tremeu para segurar a magra vantagem, depois de perder o médio italiano Thiago Motta, expulso precocemente por pisar um adversário no chão.

No primeiro golo, logo aos 12 minutos, Mbappé, em linha, surgiu a correr nas costas de defesa e, perante a saída do guarda-redes, atirou para o poste mais distante. Mais tarde, o lateral-esquerdo Kurzawa cruzou na esquerda, atrasado, para o remate certeiro do jovem internacional gaulês.

O Angers ainda deu luta e, aos 75', o avançado camaronês Toko Ekambi, em contra-ataque, surgiu isolado na direita e atirou entre o guarda-redes e o primeiro poste, reduzindo para 2-1.

Mbappé ainda tirou ao ferro e podia ter evitado alguns 'calafrios' finais, como aos 90 minutos, em que o guarda-redes alemão Trapp negou, com defesa instintiva, o 2-2.

O Angers é 14.º com 32 pontos, sendo que assim ficou à mercê de Estrasburgo (31), Amiens (30) e Toulouse (29).