Tévez reconhece: "Um River-Boca em Madrid é estranho"

Tévez reconhece: "Um River-Boca em Madrid é estranho"

Internacional argentino defende que "é importante não perder o foco" de um jogo importante.

River Plate e Boca Juniors começaram esta quinta-feira a treinar em Madrid, preparando-se para a segunda mão da final da Taça Libertadores, que será disputada no domingo no Estádio Santiago Bernabéu. Após os incidentes em Buenos Aires que provocaram a mudança de local, os treinos estão rodeados de fortes medidas de segurança.

Carlos Tévez, jogador do Boca Juniors, reconheceu esta quinta-feira que "é uma final um pouco estranha". "Como jogador, considero que é importante não perder o foco. É uma final da Libertadores. Mas jogar em Madrid um River-Boca é estranho", afirmou o internacional argentino de 34 anos.

"É importante estarmos concentrados no que vai acontecer no jogo", insistiu o antigo jogador do Manchester United, Manchester City e Juventus sobre o jogo da segunda mão da final da Taça Libertadores que será disputada num estádio emblemático que já recebeu finais de Campeonatos do Mundo e de Liga dos Campeões.