Tchako: o "gigante" camaronês de 12 anos do Hércules

Tchako: o "gigante" camaronês de 12 anos do Hércules

Jovem futebolista africano foi impedido pela federação valenciana de alinhar pela equipa alicantina por desconfiar de documentação falsa.

Boris Tchako, um jovem camaronês que diz ter 12 anos e exibe documentação a atestar isso mesmo (2002 como ano de nascimento), foi impedido pela Federação Valenciana de Futebol de alinhar pelo Hercules, ao recusar-lhe a licença necessária por desconfiar tratar-se de identificação falsa. Em causa está a compleição física de Tchako que corresponderá à de um jovem com mais de 12 anos...

O caso foi despoletado em Espanha e teve eco no Peru, onde o jornal Depor deu à estampa a história, ilustrada com fotos do camaronês. "Tem uma envergadura acima do normal, mas nós guiámo-nos pelo que está escrito no seu bilhete de identidade", justificaram os dirigentes das camadas jovens do Hercules junto da federação valenciana. Contudo, esta manteve-se intransigente, indicando que a fotografia que acompanhava a ficha de inscrição não poderia pertencer a um miúdo nascido em 2002