Selecionador paraguaio critica presença de equipas asiáticas na Copa América

Selecionador paraguaio critica presença de equipas asiáticas na Copa América

Na ressaca do empate com o Catar (2-2), Eduardo Berizzo queria contar com equipas de América Central e do Norte, mas "esqueceu-se" que a Gold Cup também se disputa por esta altura.

Lamentando o empate do Paraguai com o Catar na jornada inaugural da Copa América, Eduardo Berizzo revelou que não concorda com a presença de equipas asiáticas na competição. "O mais lógico seria ter uma Copa América com equipas da América Central e do Norte... equipas da CONCACAF e da Conmebol. Não quero soar antipático, mas no Europe não vemos equipas de outros continentes", desabafou o selecionador do Paraguai, esquecendo-se que a realização da Gold Cup na mesma data tornava inviável essa ideia.

Na análise ao jogo, Berizzo admitiu, porém, que o Catar esteve muito bem no jogo. "Enfrentámos um rival muito bom. Devíamos ter administrado melhor o jogo. Quando sofremos o 2-1 notou-se bem a nossa instabilidade. O resultado dececiona todos: os adeptos, os jogadores e o treinador", disse o treinador.