"Se o Real Madrid não me quiser, paguem-me e eu vou-me embora"

"Se o Real Madrid não me quiser, paguem-me e eu vou-me embora"

Lateral brasileiro concedeu uma entrevista onde falou de quase tudo, até sobre Ronaldo

Marcelo abriu o livro ao Esporte Interativo, abordando temas como a saída de Cristiano Ronaldo, as críticas no Real Madrid e uma eventual saída do clube, cenário não descartado pelo lateral esquerdo merengue.

Saída de Ronaldo: "F..., estávamos a treinar para a final e ele disse-me: 'vou-me embora'. Tive que mentir a toda a gente".

Possível mudança para Turim: "É um clube espetacular com imensa história, mas tenho contrato com o Real Madrid e adoro estar na cidade".

Zidane: "A saída de Zidane foi estranha. Foi um comunicado e a maioria dos jogadores não sabia porque tudo corria às mil maravilhas. Foi um choque. Tínhamos uma relação maravilhosa, falávamos todos os dias, interessava-se por mim e defendia-me. Foi enorme, um grande profissional, não só pelos títulos conquistados mas também por me ter defendido. Fazia tudo por ele, corria, lutava, joguei lesionado... Praticamente dei a vida por Zidane".

Possível saída do Real Madrid: "Se estou na lista de dispensas, paguem-me e fica tudo resolvido. Confio em mim, no meu trabalho, mas se chegar o dia em que o Real Madrid não me quer, eu saio. Ficarei triste, mas sairei. No entanto, tenho a certeza que não vou ser despedido".

Tristeza no balneário: "Tinha uma relação muito boa com o Cristiano. É normal ficar triste, mas também tinha uma boa relação com Casilla, que se sentava ao meu lado e também me sinto vazio com a saída dele. Estava todo o dia com o Kiko e agora não tenho ninguém ao meu lado. Do outro lado tenho Bale, mas não fala, só fala inglês".