Rússia estaria a planear um esquema de doping para o Mundial

Rússia estaria a planear um esquema de doping para o Mundial

Escândalo de doping na Rússia continua sem fim à vista e agora estende-se à seleção russa que vai marcar presença no Mundial.

O escândalo de doping na Rússia continua sem fim à vista e agora estende-se à seleção russa que vai marcar presença no Mundial deste ano. De acordo com o jornal britânico "Daily Mail", a Rússia estaria a planear dopar os futebolistas e para evitar sanções teria mesmo idealizado um plano para mudar as amostras de urina.

A informação tem como base fontes próximas de Grigory Rodchenkov. Chefe do laboratório antidoping de Moscovo durante dez anos, até 2015, está na origem de revelações sobre um sistema de doping institucionalizado no desporto russo. Este escândalo levou à exclusão dos atletas russos dos Jogos Rio2016, bem como dos Jogos Olímpicos de Inverno2018 que vão decorrer de 9 a 25 de fevereiro na Coreia do Sul, sendo que os atletas limpos podem participar sob a alçada da bandeira olímpica.

"O que eu sei de Grigory é que a ordem de Mutko (vice-primeiro ministro e responsável pelo comité organizador do Mundial até dezembro) foi 'o futebol precisa estar limpo'. O que isso queria dizer é que nunca deveria haver testes positivos no futebol, mesmo que todos os jogadores estivessem no programa de doping patrocinado pelo Estado", afirmou Bryan Fogel, diretor do documentário "Icarus", que detalhou a extensão do esquema de doping. Fogel acredita que o depoimento de Rodchenkov irá originar um novo escândalo, agora no futebol.