Premium Ronaldo invade e ocupa reino de Icardi: os números que separam os dois goleadores

Ronaldo invade e ocupa reino de Icardi: os números que separam os dois goleadores

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Carlos Alberto Fernandes

Ronaldo enfrenta esta sexta-feira o melhor artilheiro da Serie A em 2017/18 num apetecível clássico Juventus-Inter, entre candidatos ao Scudetto.

"Eu estou aqui!" Um dos mais emblemáticos gestos de Cristiano Ronaldo na comemoração de golos tem um sentido mais amplo com a sua chegada à Serie A. Após 14 jornadas, CR7 já vai embalado no topo da lista dos artilheiros, calibrado para destronar Mauro Icardi - melhor marcador de 2017/18, a par de Immobile - com quem se cruza esta sexta-feira pela primeira vez em partidas oficiais no denominado "Clássico de Itália" Juventus-Inter.

O internacional argentino, 25 anos, está a levar a peito esta invasão do astro luso ao "seu" domínio e promete dar luta. "Já participei neste dérbi algumas vezes, mas este será o mais importante de todos. Não vejo a hora de defrontar Cristiano. Será um prazer", antecipou esta semana, numa gala da Gazzetta dello Sport. Apesar de se tratar do primeiro embate oficial, os dois goleadores já se cruzaram por duas vezes em pré-épocas (de 2013 e 2015), e só o português marcou, então pelo Real.

Com menos tempo de utilização que Ronaldo, Icardi assinou oito tentos na liga, menos dois que o luso, mas, em média, precisou de menos 17 minutos para rubricar cada um deles. E também de menos remates. Esses são, aliás, os únicos indicadores favoráveis a "Maurito" fazendo o paralelo entre o desempenho de ambos na competição. Bastaria referir que os remates enquadrados de Ronaldo (34) são em número superior ao total de tiros do argentino (30). Mas o astro luso não é apenas muito mais rematador (99 "tiros"), como tem um acerto de passe (86,1%) bastante superior a Icardi (72,3%), conseguindo ainda mais dribles bem-sucedidos e mais assistências (ver quadro). Poucas semanas após a sua estreia a marcar pela seleção, o argentino quer provar a fiabilidade goleadora neste duelo com Cristiano que serve de cartaz para o clássico. Nele devem atuar de início outros dois portugueses: João Cancelo (Juventus) e João Mário (Inter).

Onzes prováveis:

Juventus - Szczesny; João Cancelo, Bonucci, Chiellini e De Sciglio; Betancur, Pjanic e Matuidi; Dybala, Mandzukic e Ronaldo Treinador: Massimiliano Allegri

Inter - Handanovic; D"Ambrosio, De Vrij, Skriniar e Asamoah; Vecino e Brozovic; Perisic, João Mário e Politano; Icardi. Treinador: Luciano Spalletti