O apelo de Koulibaly contra o racismo: "Façam como em Inglaterra e expulsem as pessoas"

O apelo de Koulibaly contra o racismo: "Façam como em Inglaterra e expulsem as pessoas"

O futebol italiano tem enfrentado diversos episódios racistas

Kalidou Koulibaly, central senegalês do Nápoles, deixou um apelo na luta contra o racismo. O futebol italiano tem enfrentado diversos episódios de cariz racista e xenófobo e o próprio Koulibaly, em Itália desde 2014, já foi vítima de alguns. No final de 2018, por exemplo, os adeptos do Inter dirigiram-lhe cânticos a imitar macacos.

"Cresci a ler Martin Luther King e Malcolm X. Tenho-os como modelos, instrutores e educadores, símbolos de um desafio que tem de ser partilhado, especialmente através das leis. Façam como em Inglaterra e expulsem as pessoas [dos estádios], mesmo que para a vida inteira, se for preciso. Caso contrário vamos correr o risco de sermos prisioneiros de minorias que se podem multiplicar", vincou Koulibaly, em entrevista ao diário italiano Corriere Dello Sport.