Número impressionante de De Gea até deixa Mata com as mãos na cabeça

Número impressionante de De Gea até deixa Mata com as mãos na cabeça

Guarda-redes espanhol do Manchester United foi um verdadeiro muro na partida frente ao Tottenham.

De Gea foi um verdadeiro muro a travar o ataque do Tottenham e saiu como um herói do Estádio de Wembley depois de segurar a vitória (1-0) do Manchester United, que teve Rashford (44") a fazer o golo em contra-ataque. O guardião fez 11 defesas, muitas com os pés, nove das quais a roçar o soberbo, e triunfou num duelo particular com Kane, Alli, Son e Winks. O Tottenham poderia estar toda a noite a rematar que dificilmente marcaria. Quando o encontro acabou, o colega Mata, de mãos na cabeça, revelava a admiração pelo compatriota, o qual nunca tinha tido tanto trabalho sem sofrer golos. Em 2017 fizera 14 defesas frente ao Arsenal, mas fora batido uma vez. Diogo Dalot disputou os últimos dez minutos e ajudou a fechar a baliza dos red devils.

Os spurs massacraram, porém sem contrariar o azar com os de Manchester, únicos rivais a que não marcaram golos; ante o City, também perderam em casa por 1-0, cedendo terreno na luta pelo título. O Liverpool ficou a nove pontos e os citizens - que hoje recebem o Wolverhampton de Nuno Espírito Santo - podem ficar a seis.

O United está em alta rotação e vai em seis vitórias seguidas, cinco na Premier League. Solskjaer igualou Matt Busby no arranque vitorioso na prova. Chegou a oito pontos do quinto lugar e já apanhou o Arsenal, feito conseguido com a primeira vitória da temporada ante um rival do top 5.