Malines excluído da Liga Europa por alegada viciação de resultados

Malines excluído da Liga Europa por alegada viciação de resultados

Clube venceu a última edição do segundo escalão belga e assegurou a subida de divisão, além de ter conquistado a Taça da Bélgica, no entanto, vai manter-se na divisão secundária e não poderá disputar a próxima edição da Taça.

A UEFA excluiu o clube belga Malines da fase de grupos da Liga Europa desta temporada, após rever a investigação por alegada viciação de resultados no ano passado, anunciou esta quinta-feira a entidade que rege o futebol europeu.

O Comité de Recursos da UEFA reverteu a decisão tomada na segunda-feira de admitir o vencedor da Taça da Bélgica na Liga Europa, depois de a própria federação belga ter retirado o clube do formulário de inscrição oficial para as competições de clubes da UEFA de 2019/20.

A Federação Belga de Futebol sancionou o Malines por alegada viciação de resultados num jogo disputado em 2018, castigo que foi confirmado pelo Tribunal Arbitral do Desporto daquele país.

O Malines venceu a última edição do segundo escalão belga e assegurou a subida de divisão, além de ter conquistado a Taça da Bélgica.

Contudo, perante o castigo imposto pela federação, o clube vai manter-se na divisão secundária e não poderá disputar a próxima edição da Taça da Bélgica.

Com a exclusão do Malines da Liga Europa, o Standard Liège, quarto classificado da Liga belga, assume a vaga na fase de grupos, o Antuérpia, terceiro, passa da segunda para a terceira pré-eliminatória e o Gent, que estava fora das competições europeias, foi repescado para a segunda pré-eliminatória, na qual vai defrontar os romenos do Viitorul Constanta.