Luis Suárez recorreu a psicólogos e não dizia a verdade à mulher

Luis Suárez recorreu a psicólogos e não dizia a verdade à mulher

Avançado recorda o célebre, pelos piores motivos, momento em que mordeu Chiellini no Mundial de 2014.

É uma imagem que dificilmente se afastará de Luís Suárez: o dia em que mordeu Giorgio Chiellini em pleno Mundial de 2014. O avançado do Uruguai e do Barcelona concedeu uma entrevista à Fox Sports e recordou os momentos conturbados. "A minha mulher perguntava-me o que tinha acontecido e eu dizia: 'nada, só fui contra ele'. Eu não aceitava a realidade e isso foi um grande erro. Tratei-me com psicólogos e isso ajudou-me muito a aceitar os erros e crescer", afirmou o jogador.

"Sofri muito. Passei muito mal, pela minha mulher, pelos meus filhos e companheiros", continuou Suárez, considerando que não teve um tratamento justo. "Foi desumana a forma como fui tratado. Assinei pelo Barcelona e nem uma apresentação tive", lamentou.