Em Espanha assinalam o fim do "clã português" do Real Madrid

Em Espanha assinalam o fim do "clã português" do Real Madrid

Após a saída de Cristiano Ronaldo, Fábio Coentrão era o único jogador luso ligado aos "merengues".

É um dos temas de destaque na edição online do jornal As este sábado: o fim do "clã português" do Real Madrid.

Após a saída de Cristiano Ronaldo para a Juventus, Fábio Coentrão passou a ser o único representante luso no plantel "merengue", agora orientado por Julen Lopetegui, mas o lateral-esquerdo desvinculou-se na sexta-feira do clube espanhol, para rumar ao Rio Ave, deixando o Santiago Bernabéu órfão de portugueses, algo que não acontecia desde 2007/08.

Nessa temporada, Pepe assinou pelo Real, chegando à capital do país vizinho na condição de internacional luso. Duas épocas depois, seria a ver do CR7 aterrar em Madrid, seguido do treinador José Mourinho no ano seguinte, assim como o central Ricardo Carvalho. Coentrão, foi o último deste contingente a chegar, em 2011, e também o último a sair.

"Uns com melhores recordações do que outros, todos tiveram grandes momentos vestidos de branco", assinala o As. "Ricardo Carvalho foi o central veterano que a equipa necessitava. Pepe amadureceu e chegou a ser um dos melhores defesas do mundo, Mourinho naquela época 2011/12, Coentrão como o lateral defensivo que contrastava com a excessiva alegria de Marcelo e Cristiano com nove anos de lenda", acrescenta a publicação.