Di Maria oferece-se ao Barcelona, em vésperas de defrontar o Real Madrid

Di Maria oferece-se ao Barcelona, em vésperas de defrontar o Real Madrid

Argentino jogou nos merengues entre 2010 e 2014

Di Maria é um dos jogadores do momento no PSG e está em crescendo de forma, integrando o ataque dos franceses, ao lado de Neymar e Cavani.

Na véspera da visita ao campo do Real Madrid, em jogo para a Liga dos Campeões, o avançado argentino lembrou os tempos vividos com a camisola dos merengues e "oferece-se" ao rival. "A minha relação com o Real terminou, o meu ciclo com eles fechou-se há muito tempo. Francamente, nem teria problemas em jogar pelo Barcelona, antes pelo contrário. O único clube pelo qual não jogarei é o Newell's Old Boys, porque sou adepto do Rosario Central", sublinhou em entrevista à revista "So Foot".

O internacional argentino lembrou ainda um episódio que, possivelmente, o terá deixado amargurado com o antigo clube. "No dia da final do Mundial 2014, com a Alemanha, recebi uma carta do Real Madrid. Li-a e rasguei-a. A carta dizia que a seleção argentina devia ter em conta o que me podia acontecer caso eu alinhasse na final." Di Maria, recorde-se, tinha-se lesionado nos quartos de final, frente à Bélgica, e estava em dúvida para jogar a final. Acabou por não jogar