Condução sob o efeito de álcool pode sair cara a Lloris no Tottenham

Condução sob o efeito de álcool pode sair cara a Lloris no Tottenham

O guarda-redes do Tottenham foi apanhado a conduzir sob o efeito de álcool.

Hugo Lloris, guarda-redes e capitão do Tottenham, poderá perder a braçadeira de capitão do clube londrino, depois de ter passado a madrugada de sexta-feira na esquadra por ter acusado positivo num teste do álcool, segundo o Daily Mail.

O clube é que não estará nada satisfeito com o sucedido, já que o internacional francês apenas chegou a casa por volta das 11h00 e, consequentemente, não compareceu no treino. De referir ainda que os "spurs" preparam o importante embate frente ao Manchester United, de José Mourinho, a disputar-se na segunda-feira (20h00).

Lloris deverá jogar frente aos "red devils", mas terá agora de convencer o treinador, Mauricio Pochettino, que deve manter a braçadeira de capitão.

O guarda-redes de 31 anos reagiu prontamente ao acontecimento, pedindo desculpa em comunicado:

"Quero sinceramente pedir desculpa à minha família, ao clube, aos meus colegas de equipa, ao treinador e a todos os adeptos. Conduzir alcoolizado é completamente inaceitável, eu assumo a responsabilidade total pelas minhas ações e este não é o exemplo que quero dar."

Recorde-se que o jogador vai ser presente a tribunal a 11 de setembro.