Até Putin fala do investimento do Zenit

Até Putin fala do investimento do Zenit

Presidente da Rússia considera que a contratação de jogadores estrangeiros é positiva, sobretudo estando em ascensão, como são os casos de Hulk e Witsel.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, considerou que a contratação de futebolistas estrangeiros "tem algumas vantagens" e garantiu que foi o patrocinador do Zenit e não o Governo que comprou jogadores. "Gostaria de realçar que é a companhia [Gazprom] e não o governo que compra jogadores" para o Zenit, afirmou Putin, acrescentando que os adeptos russos "querem ver as estrelas do futebol, não as que estão em declínio, mas as que estão em ascensão", numa alusão ao investimento do Zenit para esta época.

As contratações do médio belga Witsel ao Benfica, por 40 milhões de euros, e, sobretudo, do avançado Hulk ao FC Porto, que terá custado ao clube russo cerca de 60 milhões, tem gerado polémica no Zenit, clube no qual alinham os portugueses Danny e Bruno Alves.Depois de os internacionais russos Igor Denissov e Alexandre Kerzhakov terem exigido aumentos salariais e terem sido despromovidos à equipa B, o ministro do Desporto da Rússia, mostrou-se preocupado com a situação do clube, que classificou como "um fornecedor de jogadores à seleção".

O ministro lembrou hoje que a despromoção dos jogadores à equipa B ocorre nas vésperas do encontro entre as seleções da Rússia e Portugal, marcado para 12 de outubro, em Moscovo, relativo ao Grupo F da zona europeia de apuramento ao Mundial2014. No entanto, Fábio Capello, treinador italiano da seleção russa, já veio afirmar que, não obstante o conflito no balneário do Zenit, o médio Denissov e o avançado Kerzhakov serão convocados para os jogos frente a Portugal e o Azerbaijão.