André Silva não marca, mas o Milan passeia

André Silva não marca, mas o Milan passeia

Milan, com o futebolista português André Silva a titular, venceu o Verona por 3-0 e qualificou-se para os quartos de final da Taça de Itália.

O Milan, com o futebolista português André Silva a titular, venceu o Verona por 3-0 e qualificou-se para os quartos de final da Taça de Itália, tal como a Fiorentina, que bateu a Sampdoria por 3-2. O novo treinador dos milanenses, o antigo jogador do clube e da squadra azzurra Gennaro Gattuso deu hoje titularidade ao ponta de lança português André Silva, que não marcou qualquer golo, mas alinhou durante os 90 minutos.

André Silva jogou numa posição mais descaída sobre a ala esquerda, tendo a posição de ponta de lança sido assumida pelo seu colega Patrick Cutrone, por opção de Gattuso.

O Milan não teve grandes dificuldades em ultrapassar a réplica do Verona, num triunfo que começou a ser construído aos 23 minutos, com o golo do espanhol Suso, vantagem que aumentou sete minutos depois, aos 30, pelo central Alessio Romagnoli.

Na segunda parte, a equipa de Milão ratificou a vitória com o terceiro golo, por Patrick Cutrone, aos 55 minutos.

A Fiorentina juntou-se ao AC Milan na fase seguinte da prova ao bater a Sampdoria por 3-2, vitória bem mais suada e complicada, que envolveu várias alterações no resultado e que acabou por ser consumada no minuto 90, pelo médio francês Jordan Veretou, de penálti.

A equipa de Florença entrou praticamente a vencer graças ao golo do senegalês Khouma Babacar, aos dois minutos, mas o paraguaio Edgar Barreto restabeleceu o empate, aos 39.

Jordan Veretou repôs a vantagem da Fiorentina, de penálti, aos 59 minutos, antes do uruguaio Gaston Ramirez fazer o 2-2, aos 77, também de penálti, cabendo ao mesmo Veretou decidir o desfecho da partida aos 90 minutos, naquele que foi o terceiro penálti assinalado na partida.