Dybala não jogou e irmão atacou o selecionador; jogador veio defender o técnico

Lionel Scaloni é o selecionador interino da Argentino

Paulo Dybala começou no banco o jogo frente à Colômbia e o irmão do jogador da Juventus não gostou. Gustavo Dybala recorreu ao Twitter para criticar as escolhas de Lionel Scaloni, mas não contou que, logo após o jogo, o próprio Paulo viesse defender o técnico.

Na entrevista após a partida, o treinador foi questionado por ter deixado o avançado no banco e Scaloni não teve meias palavras. Chamou Dybala, que estava ali ao lado e foi o próprio jogador a defender as escolhas do selecionador. "Temos um grupo com muitos jogadores novos. Ele escolheu outra equipa e não tem de justificar. Temos de remar todos para o mesmo lado. Temos todos vontade para jogar."

Veja o vídeo da entrevista

Your browser doesn't support HTML5 video.