Agente de Dembélé defende o jogador: "Estas críticas fazem-me rir"

Agente de Dembélé defende o jogador: "Estas críticas fazem-me rir"

O comportamento do francês tem dado que falar em Espanha e Deschamps também fez reparos

Moussa Sissoko, empresário de Dembélé, saiu em defesa do jogador, que não está a atravessar um momento fácil.

Na semana passada, o jogador falhou um treino do Barcelona por estar doente, mas o clube não apreciou a demora do francês em comunicar o problema, e ainda menos os atrasos em outras ocasiões.

Esta segunda-feira, Didier Deschamps, selecionador francês, afirmou que o avançado tinha que se habituar as rotinas de um futebolista profissional, mas a resposta do empresário do jogador não demorou.

"O Dembélé não reage mal e sabe abstrair-se dessas críticas, principalmente quando não têm razão de ser. Ele vai usar isto para se motivar e responder em campo. Ele tem 20 anos, joga no Barcelona, um dos maiores clubes do mundo e está a ter um grande início de época, com seis golos e duas assistências", afirmou Moussa Sissoko, em declarações reproduzidas pela RMC Sport.

"Não entendo todas estas críticas. Sabemos que há coisas para melhorar, é normal, ele tem 20 anos. Mas o Ousmane continua muito tranquilo e a trabalhar", acrescentou o representante do francês, que explicou a ausência por doença de um treino do Barcelona.

"Todas estas críticas fazem-me rir. Falaram de um suposto atraso para a concentração da equipa antes da Liga dos Campeões e fico surpreso que jornais muito sérios tenham tomado isto como verdade. O Dembélé não chegou tarde e o treinador confirmou isso. Quanto à gastroenterite, é verdade que ele esteve doente. Não dormiu a noite toda e acordou muito cansado. Falhou o treino e o Barcelona culpou-nos por termos demorado um pouco a comunicar, para que o médico fosse lá a casa. É verdade que ele fez isso um pouco tarde, mas estava doente, não entendo a controvérsia."

A terminar, Sissoko afirmou que tanto o selecionador francês como o Eric Abidal, diretor desportivo do Barcelona, estão satisfeitos com o jogador.

"Deschamps reagiu a tudo o que foi falado, mas tenho a certeza que gosta do Dembélé, caso contrário, não o teria convocado. Além disso, falei com o Abidal e ele disse-me que o Ousmane tem treinado muito bem, está muito contente com ele".