A arrepiante frase de Caio Jr.: "Se morresse amanhã, morria feliz"

A arrepiante frase de Caio Jr.: "Se morresse amanhã, morria feliz"

Treinador do Chapecoense deu entrevista na véspera de garantir lugar na final da Taça Sul-Americana

Jogou em Portugal e no Brasil, mas como treinador já tinha passado ainda pelo Japão, Qatar e Emirados Árabes Unidos. No Brasil, passou por Flamengo, Palmeiras, Botafogo ou Grémio, mas são os últimos tempos no Chapecoense que são agora mais recordados, até porque o sucesso desportivo estava em alta.

No dia seguinte a garantir o acesso à final da Taça Sul-Americana, que seria jogada contra o Atlético Nacional, na Colômbia, Caio Júnior deu uma entrevista na qual confessou o bom momento na carreira, proferindo uma frase agora arrepiante: "se morresse amanhã, morreria feliz."