Inter sofreu muito, mas garantiu a passagem aos quartos de final da Taça de Itália

Inter sofreu muito, mas garantiu a passagem aos quartos de final da Taça de Itália
Redação com Lusa

O Inter continua assim nas três frentes - Champions, Liga italiana e Taça - e nos quartos de final irá defrontar o vencedor do Roma-Lecce.

O Inter conseguiu apurar-se para os quartos de final da Taça de Itália, mas esteve muito próximo de ser eliminado pelo Empoli.

Os milaneses, sem muitos titulares habituais de início, estavam a perder por 2-1 no minuto 90 do jogo, disputado no estádio Giuseppe Meazza, em Milão, empataram já nos descontos e chegaram mesmo ao 3-2 final no prolongamento.

O campeão junta-se assim nos quartos ao Sassuolo, que também hoje bateu o Cagliari, por 1-0, bem como a Lazio, Juventus, AC Milan, Fiorentina e Atalanta, apurados esta semana. Falta uma oitava equipa, a ser conhecida na quinta-feira depois do jogo entre Roma, de José Mourinho, e Lecce, único clube da II Liga ainda em prova.

O Inter cedo sofreu um percalço no jogo, com a lesão do argentino Joaquín Correa no quinto minuto, entrando para o seu lugar o chileno Alexis Sanchez. Seria justamente Sanchez a inaugurar o marcador, aos 13 minutos.

O Empoli surpreendeu na segunda parte, ao empatar aos 61 minutos, através do albanês Bajrami, e, aos 76, o guarda-redes romeno do Inter, Ionet Radu, concedeu o 2-1, com autogolo, na tentativa de desviar uma bola enviada à trave.

A pressão final do Inter, na procura de anular a desvantagem, já parecia condenada ao insucesso, quando o central Andrea Ranocchia empatou, aos 90+1.

Nos 30 minutos seguintes, foi evidente o ascendente do campeão transalpino, que, no entanto, só rendeu um golo, por Stefani Sensi, aos 104 minutos, a justificar em pleno a cartada final de Inzaghi, que o lançou no terreno para o prolongamento. Já antes, tinham entrado Dzeko, Çalhanoglu e Perisic.

O Inter continua assim nas três frentes - Champions, Liga italiana e Taça - e nos quartos de final irá defrontar o vencedor do Roma-Lecce.