Na Suécia avançam que Ibrahimovic estará de volta à seleção

Na Suécia avançam que Ibrahimovic estará de volta à seleção
Redação

Experiente avançado do Milan não veste a camisola da equipa nórdica há cinco anos, altura em que participou no Euro ganho por Portugal. Em 2018, rejeitou um convite para participar no Mundial

A 23 de junho de 2016, um dia depois da derrota ante a Bélgica, no Campeonato da Europa que Portugal venceu, Ibrahimovic colocou um ponto final na ligação à seleção da Suécia, com 116 internacionalizações e o recorde de 63 golos.

Cinco anos depois de Zlatan se despedir dos colegas e dos adeptos suecos, por alegado desentendimentos com o selecionador, surge a eventual possibilidade desse término ser revogado, segundo avançou, este sábado, o jornal desportivo sueco 'FotbollDirekt'.

O título nórdico refere que o experiente avançado do Milan, de 39 anos, estará entre as escolhas do selecionador Janne Andersson para disputar três encontros dos suecos em março e, inclusive, para o próximo Campeonato da Europa.

A seleção da Suécia vai defrontar a Geórgia, a 25 de março, e o Kosovo, três dias depois, em jogos relativos à fase de apuramento para o Mundial'22, além de disputar, no dia 31 deste mês, um jogo de cariz particular frente à Estónia.

Por esta altura, Ibrahimovic contabiliza 14 golos em outros tantos jogos realizados na Serie A - 16 em 21 no total das competições em que os rossoneri participam na presente temporada desportiva.

A confirmar-se o cenário de regresso à seleção da Suécia, esta não será, contudo, a primeira vez que os responsáveis pela equipa nórdica encetam contactos com Zlatan Ibrahimovic para que volte a vestir a camisola amarela e azul.

Em maio de 2018, antes do Campeonato do Mundo, o diretor desportivo da Federação Sueca de futebol, Janne Andersson, revelou a resposta negativa do célebre avançado, pois "não mudou de ideias", ao convite para integrar a convocatória de Andersson.